janeiro 31, 2007

Tão linda a neve caindo lá fora,
E eu aqui de móveis novos no escritório…

(Essa só o V. entende!)

******

Sábado passado o canal estava parcialmente aberto,
fomos lá, olhamos e decidimos que era melhor ficar dentro de um café quentinho…
Mas esse final de semana a gente patina, ah se não patina!

******

Olha que eu não sou lá de tietagens, mas uma da vantagens de morar na capital do Canadá e ser alumini da Universidade é o privilégio de ver, ouvir, falar (e babar) quando seus ídolos são convidados pra palestrar no campus.

Na terça passada (23/01) fomos assistir à palestra do Jorge Cham lá na OttawaU. E depois de tanto chorar de rir, entramos na fila, compramos livro, pegamos autógrafo e tiramos fotos.

Como consolo pra tietagem leia isso.

PS: Ainda não consigo me perdoar por ter perdido a palestra do Saramago! Sim, eu lamento todo dia.


Back to life!

janeiro 18, 2007

Sim! Eu já estou boa da gripe.

Isso quer dizer que também já estou boa pra fazer tudo mais :S

******

Visão positiva da vida:Um coisa ruim pode dar um post engraçado!

******

Planos para o fim-de-semana:

Riscar 5 coisas da minha TO DO list!

(Yeah, I am SUCH a GTD geek…)


Pausa…

janeiro 12, 2007

Desde o fim de semana passado estou gripada. Logo eu, que nunca fico doente.

E por causa dessa gripe tudo está em pausa: listas, projetos, francês, leituras, dieta… (Sim porque tenho que me alimentar bem pra ficar boa logo! Heheheh!). Até o trabalho está em câmera lenta. Todo dia chego e casa do trabalho e só quero dormir.

Enquanto isso a vida vai lá, ficando empilhada…


C’est la vie…

janeiro 10, 2007

Produção do meu dia: uma montanha de kleenex.

******

No trabalho: eu achando que tava fazendo tudo certo, mas tava tudo errado.

******

Antes do Natal eu mal podia esperar pra cortar meu cabelo, agora mal posso esperar que ele cresça.

******

E pra completar o dia o inverno resolveu dar as caras: – 12 graus
******

Como consolo tem todo um ano pela frente 😀


Raison d’être

janeiro 10, 2007

Chegando em casa do trabalho ontem o V. me diz que sua vida está vazia e sem sentido.

Eu pergunto porquê. E ele diz que é por causa disso.

Já sabemos o que queremos nos nossos aniversários 😉


Fotos novas!

janeiro 5, 2007

Depois de um ótimo Reveillon em Toronto, entre bons amigos e boa comida, cá estou eu de volta, já reacostumada ao meu horário de trabalho e inspirada pela amiga Raquel já postei todas as fotos no Flickr.

Apesar do trabalho que deu pra convencer o V. a ir praToronto, foi uma boa viajem, saímos da rotina, conhecemos a casa nova dos Mendonças, vimos como o Gabriel está grande e comemos como se não houvesse um novo ano pela frente.

Aproveitei também pra ver, bem de longe, o novo Four Seasons Centre, andamos bastante pela Queen St. West, comemos Burritos e sushi, fizemos compras no bairro brasileiro (farinha!!!) e comemos picanha! Mas o highlight da viagem foi mesmo a super festa de virada do ano patrocinada pelos Mendonças. Foi ótimo reunir o pessoal e degustar as iguarias preparadas pela galera enquanto assitíamos a virada pela Rede Globo. Nossa festa não poderia ter sido mais chique com nosso personal DJ (MC Ed?), muito champagne e o Linux correndo por todo lado. Sucesso total.

Agora é se conformar em voltar à labuta e começar a se preparar para a vinda de Mami!


My wish for 2007

janeiro 4, 2007

Enquanto outras pessoas só querem paz e tranquilidade pra esse novo ano, cá estou eu escrevendo vigorosamente listas e listas. Não apenas de resoluções pro ano novo, mas listas do que fazer nessa semana, nesse mês e também pelo resto do ano. O que me remete ao começo do ano passado, que foi um ano muito bom pra mim. No começo de 2006 eu voltei do Brasil depois de um maravilhoso mês entre familiares e amigos, eu tinha acabado de entregar minha tese de mestrado e estava num trabalho de meio-expediente num ambiente agradável e que ajudava a pagar as contas. Eu precisava de um rumo, de me organizar, de saber o que eu queria fazer. E foi assim que 2006 foi um ano de grande auto-conhecimento. Eu li livros e blogs que me inspiraram e mudaram minha vida, eu tomei resoluções que proporcionaram mudanças físicas, mentais e espirituais. Não que 2006 tenha sido um ano de grandes revoluções, na verdade tudo aconteceu lentamente, enquanto eu navegava por horas na internet ou fazia longas caminhadas com o Linux. O ano de 2006 também não foi um ano de grandes viagens ou mudanças radicais, foi de pequenas mudanças: de hábitos, de interesses e de valores. E agora, enquanto eu escrevo as minhas listas, eu intimamente desejo que 2007 continue nesse rumo, de desenvolvimento, amadurecimento e apreciação por esta vida.